11.2.2020: Prova de Mestrado de Bruno Moreira Souza

Membro do júri do ato público de defesa do Mestrado em Direito, na especialidade de Ciências Jurídicas, com as funções de arguente, do Bruno Moreira Souza, que apresentou uma dissertação intitulada “O controle de evidência pelo Tribunal Constitucional Português em matéria de direitos fundamentais sociais em tempos de crise: uma afirmação do dogma do legislador negativo?”, também integrado pelo Professor Doutor Diogo Leite de Campos (presidente) e pelo Professor Doutor Pedro Trovão do Rosário (orientador), o qual teve lugar na Universidade Autónoma de Lisboa, em 11 de fevereiro de 2020, tendo o candidato alcançado a classificação de “Aprovado com Excelente” (18 valores), por unanimidade.